Arquivo da categoria: dons

Amor É Coisa Que Se Aprende !.

‘Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine.
Ainda que eu tenha o dom de profecia e saiba todos os mistérios e todo o conhecimento, e tenha uma fé capaz de mover montanhas, mas não tiver amor, nada serei’ 
1 Coríntios 13:1-2.

Não tem como ler esse texto sem exclamar um grande e pesado ‘preciso aprender o amor!’.
Embora tenha nascido num lar cristão, ainda sou aprendiz. Tudo o que tenho para oferecer a Deus, e às pessoas, é um amor imperfeito, incompleto e cheio de falhas.

 

Continue lendo

Deixe um comentário

Arquivado em artigos, bíblia, citações, cotidiano, dons, estudos diversos, graça, jesus, leitura recomendada, manifesto, reflexão, vida cristã

Gólgota, o Único divisor de águas da história humana !.

“Levaram-no, pois, ao lugar do Gólgota, que quer dizer, lugar da Caveira. (…) Então o crucificaram…

(Marcos 15:22-24)

Há quase dois mil anos atrás Jesus de Nazaré subiu à cruz e consumou os séculos (Hebreus 9:26). Ou seja, Ele pôs fim à era de Adão, do diabo e da Lei de Moisés (Romanos 10:4); enfim, o Senhor nos libertou do império das trevas (Colossenses 1:13) e, ao ressuscitar, iniciou, por assim dizer, uma nova era (um novo “aeon”): a era eterna da Graça de Deus, e a Nova Criação. O lugar onde a cruz do Senhor foi posta chamava-se Gólgota(palavra do aramaico – dialeto usado pelos habitantes do Oriente Médio daquela época – que significa “Caveira”). Este nome foi dado àquele local, que se localizava fora das muralhas da cidade de Jerusalém, porque o monte apresentava uma elevação que se assemelhava a um crânio e era também o local onde muitos condenados à morte foram crucificados.

 

Continue lendo

Deixe um comentário

Arquivado em artigos, citações, cotidiano, declaração positiva, dons, doutrinas, estudos diversos, graça, jesus, leitura recomendada, manifesto, reflexão, salvação, vida cristã

Liberdade ! O chamado da Graça em Cristo !.

Você gosta de ter a cor do seu cabelo azul, rosa, verde, pinte-o! Se você é maior de idade e deseja fazer aquela linda tatuagem ou colocar aquele piercing, faça !. Se você deseja ouvir a música daquele artista não-cristão, ouça !. Quer sair pra dançar, viajar com amigos e amigas, ir a praia, cachoeira, ao campo, tomar sol numa piscina,  ir ao cinema, ao teatro, ao estádio de futebol torcer para o seu time do coração, ou ir aquele show musical tão sonhado?  Não perca seu tempo, vá!.

Enfim, valorize esta bênção tão preciosa chamada LIBERDADE, e extermine de vez o legalismo religioso que mata !.

 

Continue lendo

Deixe um comentário

Arquivado em artigos, citações, cotidiano, dons, graça, jesus

O conceito do Amor segundo Deus.

Assim como Paulo tinha em mente uma fé que é específica2 – é “fé… em Cristo Jesus” – ele tinha em mente um amor que também é específico – é o “amor
que têm por todos os santos”. Alguns comentaristas observam que nessa passagem fé caracteriza nosso relacionamento “vertical” com Deus, enquanto amor caracteriza
nosso relacionamento “horizontal” com outras pessoas. Isso é verdade na passagem em questão, mas seria um engano inferir a partir disso um amplo
princípio que force rigidamente a distinção. O motivo é que, entre outras coisas, o amor deve caracterizar também nosso relacionamento vertical com Deus.
Embora a fé seja algumas vezes associada com um sentimento de confiança, ela não deve ser identificada com o sentimento em si. Antes, fé é crença nas
proposições divinamente reveladas e é em si mesma independente de sentimentos que podem oscilar. Sentir-se bem sobre uma proposição bíblica é diferente de crer
nela. Da mesma forma, embora o amor seja algumas vezes acompanhado por certas emoções, o amor em si não é uma emoção. A idéia que o amor é uma emoção, ou
está necessária e proporcionalmente associado com certas emoções, tem causado danos desastrosos ao desenvolvimento intelectual e ético de inúmeros crentes.

Continue lendo

Deixe um comentário

Arquivado em artigos, casamento, citações, dons, graça, jesus, manifesto, reflexão

Dons Espirituais.

Uma das maneiras do Espírito Santo manifestar-se é através de uma variedade de dons espirituais concedidos aos crentes (12.7-11). Essas manifestações do Espírito visam à edificação e à santificação da igreja (12.7; 14.26). Esses dons e ministérios não são os mesmos de Rm 12.6-8 e Ef 4.11, mediante os quais o crente recebe poder e capacidade para servir na igreja de modo mais permanente. A lista em 12.8-10 não é completa. Os dons aí tratados podem operar em conjunto, de diferentes maneiras. Continue lendo

Deixe um comentário

Arquivado em dons, doutrinas, estudos diversos

Falar em Línguas.

At 2.4 “E todos foram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.” O falar noutras línguas, ou a glossolália (gr. glossais lalo), era entre os crentes do NT, um sinal da parte de Deus para evidenciar o batismo no Espírito Santo ( 2.4; 10.45-47; 19.6). Esse padrão bíblico para o viver na plenitude do Espírito continua o mesmo para os dias de hoje. Continue lendo

Deixe um comentário

Arquivado em dons, doutrinas, estudos diversos

Cura Divina.

Mt 8.16,17 “E, chegada a tarde, trouxeram-lhe muitos endemoninhados, e ele, com a sua palavra, expulsou deles os espíritos e curou a todos os que estavam enfermos, para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta Isaías, que diz: Ele tomou sobre si as nossas enfermidades e levou as nossas doenças.” Continue lendo

Deixe um comentário

Arquivado em cotidiano, dons, teologia

Os 9 Dons Espirituais

É importante salientarmos que na nossa convicção, os Dons Espirituais estão ativos e disponíveis a Igreja do Senhor Jesus Cristo para edificação dos santos, isto é, vigoram nos dias atuais, isso quer dizer que este expediente da comunicação sobrenatural de Dons por parte do Espirito Santo de Deus, não morreu com os Apóstolos, mas nos é dada hoje, segundo a vontade Daquele que distribui a cada um como quer e a quem quer.

O apóstolo Paulo diz aos Coríntios: “Acerca dos dons espirituais, não quero, irmãos, que sejais ignorantes. Vós bem sabeis que éreis gentios, levados aos ídolos mudos, conforme éreis guiados. Portanto vos quero fazer compreender que ninguém que fala pelo Espírito de Deus, diz: Jesus é anátema! e ninguém pode dizer: Jesus é o Senhor! senão pelo Espírito Santo.

Continue lendo

Deixe um comentário

Arquivado em dons, estudos, teologia